segunda-feira, 17 de abril de 2017

aos perdedores

perdedor no certame com copirraite a seguir
“Coração de Inocência Puro”
e tento um jardim japonês
retento um tatame de veludo roxo
a rotina a velha a boa rotina de perdedor
mas porra puta merda
porque eu sou marrento mermão
adiante mesmo sem norte

a rosa dos ventos sopra e
faz cócegas num dente-de-leão

êxito que eriça

seios pontilhados

(confissão:)
sim eu sou um fracasso que ejacula

***